terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Música Alta

Segundo dia de criticar coisas simples do dia-a-dia e que muita gente faz uso! Hoje música ALTA!!! \m/ *METAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAL!!!*

Bem, hoje eu vou criticar mas não de uma maneira que todos que lerem devam pensar no assunto. Vou só expor a minha opinião pessoal, já que música é uma coisa totalmente pessoal, cada um prefere um tipo e como ouvir e tudo, mas eu acho que há algumas observações a fazer.

Creio, cada pessoa gosta de um ou alguns tipos de música. Geralmente foca-se em um certo lado, por exemplo, Rock (dentro do qual podem haver muitas derivações, como Heavy Metal, Punk, Hardcore, Emo e etc), ou Samba, Pagode, Axé, MPB, Gospel, o que seja. Claro que existem pessoas mais ecléticas, que gostam de todos os tipos de música, por exemplo o Gabriel (Cabelo-Azul ou seja lá qual cor ele esteja usando esse mês~) que chega a ter Heavy Metal, emo e pagode na mesma lista de reprodução.
Mas é bem difícil encontrar ecléticos assim hoje em dia, mesmo porque muitas vezes as pessoas seguem uma única vertente, com mais ou menos intensidade.

Enfim, o problema principal nisso tudo é o seguinte: a música que uns podem gostar pode desagradar aos outros. Não é segredo nenhum que eu sou um odiador extremo de Funk, que na minha opinião é a maior desgraça para o Brasil e para o mundo da música (tirando alguns Funks bem-intencionados que fogem à regra de sacanagem, por exemplo: Glamourosa, e o Funk americano, que na verdade é uma vertente da Soul Music) e eu odeio ser obrigado a ouvir Funk.

He, e por acaso, acho que eu NÃO SOU obrigado ^_^

Claro que todo mundo tem direito a tocar o que quiser, porque estamos num país livre. Mas eu realmente acho desnecessário tocar seu som extremamente alto, para que "todos possam ouvir". Pô! Ouve a música quem quer... e se a sua música estiver desagradando alguém ao redor? E se ela estiver insultando alguém ao redor?

O grande problema de brasileiros é que eles pensam tudo na base do "dane-se". Se incomoda os outros tanto faz, eu faço o que eu quero.

Essa atitude por vezes me incomoda. Ligando uma coisa a outra, eu já me incomodo com música alta. Poxa.

E tem também um ponto que eu gostaria de destacar: o tipo de música que for ser tocado.
Existem músicas que foram criadas para serem ouvidas, para curtir. Existem músicas que servem para nos fazer relaxar, existem músicas para dançar e vários outros tipos, a música é, como toda forma de arte eu creio, de uma capacidade ilimitada.
Mas é bom saber que tipo de música vai-se tocar.
Quero dizer, um rock muito pesado pode incomodar muita gente.
Um funk pode ofender muita gente.
Música eletrônica geralmente é feita para dançar! Não sei por que muitas vezes eu vejo pessoas com Psys estourando o estéreo de seus carros. Poxa, é uma música feita pra dançar, não pra ouvir (pelo menos é o que eu acho). Música eletrônica feita pra ouvir deve ter alguma coisa que toca, por exemplo, eu viajo com Daft Punk (minhas favoritas são One More Time e Digital Love) que na minha opinião têm letras bem legais e são tão dançantes quanto "escutáveis".

Eu mesmo aqui em casa fico fulo com música alta.
Quero dizer, meu pai comprou um estéreo desse tamanho que faz um belo som, claro.
Meu pai ouve suas música nele. Rocks pesados das antigas (rocks bons, sim, mas que eu sua maioria eu não curto), além de músicas estranhas de sua época e músicas bregas que eu não sei de onde ele tira. Claro que ele ouve tudo muito alto.
Minha mãe também, com pagode, samba, credo. Bem menos é claro, já que ela não sabe usar a máquina xD
Minhas irmãs conseguem superar, com RBD, High School Musical e coisas do tipo.
Claro: Alto.

Eu não posso nem ligar Asian Kung-Fu Generation no PC ou no celular (baixinho) que toooodo mundo começa a reclamar. E pode estar o calor que for que eu tenho que fechar meu quarto pra ouvir. Imagina quando eu ameacei usar o estéreo? Tive que desligar a música no segundo verso.
Hahaha.

Mas claro, se a música que estiver tocando alto for de acordo a todos ao redor, não vejo problema em tocar.

O único ponto que eu coloco é que a música alta pode incomodar que estiver ao redor. E gostaria de pedir (heh! apesar de ser inútil, convenhamos) que as pessoas tenham um pouco mais de bom-senso quanto a isso.

3 comentários:

Bruno/K-2 disse...

*liga Iron Maiden no máximo*
Fala mais alto que eu não tô te ouvindo! >XD~

Talvez vc tenha ligado essa raiva ao que acontece na sua casa, se vc morasse com pessoas que ouvissem as suas músicas altas, ou deixassem vc ouvir suas músicas altas, vc estaria agora com o stereo/PC/celular no máximo! xB

CaBeLo disse...

é...eu nem sempre posso por o volume do note no maximo, daih eu ponho fone e fica tudo certo. \m/
Código para postar : eamicat Oo'

Marcelo »QeJiNhO disse...

î boa capelo, fones são a melhor forma de nao incomodar ninguem com a musica.

K-2 você tem razao, mas aqui nao passa de preconceito. Hj no carro eu tava ouvindo matanza e daft punk. até ai td bem, mas qdo eu mudie pra AKFG, foi só entrar a letra q a minha mãe me mandou abaixar o som.

enquanto isso, eu tenho q aturar até RBD...