segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Pesadelo do Banheiro

Noite passada eu tive um pesadelo bizarro em que o meu banheiro era assombrado.

Não é a primeira vez que eu sonho com fantasmas, mas é a primeira que eu sonho com eles na minha casa (porque especificamente no banheiro, eu não sei. Mas de fato foi agonizante porque o banheiro fica ao lado do meu quarto.)

Em todas as vezes que eu sonhei com fantasmas, havia um ponto em comum: eu conseguia exorcizá-los ou expulsá-los, sem traços de religião ou ocultismo, mas para isso era necessário resistir à presença do mesmo e travar uma "guerra de nervos" .

É meio difícil explicar as sensações de um sonho, mas sempre que eu enfrento um fantasma me bate uma mistura de medo com impotência e muita, mas muita agonia.

As memórias do sonho estão um pouco nebulosas agora, mas eu consigo me lembrar de alguns detalhes: a princípio, eu estava hospedando o K-2 em casa, e foi ele que viu o primeiro fantasma.

"Cara, tem alguma coisa errada no seu banheiro."

Fomos ver juntos, e no intuito de enfrentar surgiu o primeiro fantasma. Era como se fosse um homem alto (mais que o K-2) e com ombros e braços largos; a atmosfera que ele criou no banheiro foi de uma pressão negativa tão forte que não conseguíamos levantar as nossas cabeças, por isso não pude ver o rosto dele.

Ele conseguiu nos vencer duas vezes, mas depois de algum conflito psicológico ele acabou indo embora.

Não muito tempo depois, o Capelo apareceu em casa, aparentemente uma visita esperada.

Após alguns momentos, eu estava andando de volta ao meu quarto quando vi claramente na porta do banheiro o Capelo enfrentando um fantasma por conta própria. Esse eu consegui (INFELIZMENTE) visualizar por completo: era o fantasma de uma menina, de altura média, cabelos pouco mais longos que os ombros, trajava uma "camisola fantasmal" e não tinha olhos. Na verdade não tinha rosto: no lugar disso uma espécie de boca, só que com abertura na vertical, e com dentes gigantes e pontudos saindo pra fora. Realmente horrível.

O Capelo conseguia manter uma pressão equivalente contra essa fantasma (aparentemente de nós ele é o que tinha a maior, ao menos no sonho, sensibilidade paranormal). Eu fiquei aterrorizado pelo rosto dela, mas acabei indo dar uma força pro Capelo e ela se foi.

O terceiro fantasma que eu me lembro era invísivel, mesmo. Ele causava pressão no banheiro e por vezes rajadas de vento. Essa pressão sugava as minhas esperanças, e por algum motivo eu tinha no meu bolso uma taxa (É, uma TAXA) impressa em folha sulfite que continha uma fórmula mágica escrita à mão no rodapé (era a minha letra): Numak Samanda Bodanan Avila Uken Sowaka. (Pra quem não sabe, é o mantra do Shurato). O efeito do mantra foi, infelizmente, zero.

Eis que por algum motivo eu imploro por uma ajuda do meu Anjo da Guarda. Eu nunca acreditei muito nesse tipo de coisa, mas no sonho eu não tinha mais esperança nenhuma e tive que invocar por alguma coisa. Além do que, eu devo ter criado uma lógica: se existem fantasmas, também devem existir anjos.

E ele (ela?) realmente apareceu. Como se o banheiro na verdade fosse maior do que realmente é, o meu Anjo da Guarda apareceu como que andando calmamente de um longo corredor. Ele tinha a aparência de uma adolescente (olha só) de pele parda e cabelos ondulados (na altura dos ombros também). Tinha um par de asas. Quando ele chegou, estava tudo bem. A atmosfera do anjo neutralizava a do fantasma, fazendo sentir calor e a agonia ia embora. Só que a essa altura do sonho, eu acabei acordando, cansado e suado.

Demorei alguns minutos para tentar pegar no sono de novo, e quando consegui, quase voltei para o mesmo sonho...

PS: Meu anjo da guarda se parece a Majestade da Ilha-Rá-Tim-Bum (só que mais velha). Mais ou menos assim:





domingo, 25 de novembro de 2012

Sonho do Motoqueiro

Essa noite eu sonhei que eu estava andando de carona com um motoqueiro. 
 Aí a moto parou porque ele estava dormindo. 
Eu briguei com ele "porque que tipo de pessoa pilota uma moto dormindo ainda mais com garupa" ele brigou de volta dizendo "você não sabe de nada".

Aí eu voltei pra casa em cima de um caminhão e meu quarto estava cheio de buldogues.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Blazer Novo do Alan

Qjn: Cara por que você comprou um blazer?
Alan: Casamento.
Qjn: Vai casar, cara?
Alan: É.
Qjn: Com a Yukio?
Alan: Não. Com você.

-Q

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

MANO DO CÉU

Voltando pra casa passei na frente de uma igreja evangélica e escutei isso.



video


Como assim? Um mantra macabro?

Maluuuco

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Problemas com Fones

Um dia a entrada de fone do meu celular parou de funcionar.

Sim, eu tenho certeza que foi a entrada do fone porque testei outros fones no celular e testei o fone do celular em outros aparelhos.

Fiquei cabisbaixo com o ocorrido, porém voltei a usar meu velho MP3 (que não sei ao certo se está avariado ou se é naturalmente tosco, mas o fato é que a qualidade do som é horrível)

O meu é igualzinho porém prateado. Note a propaganda enganosa (o visor é monocolorido e não essa maravilha de Google)

Ora, e não é que em menos de uma semana a entrada de fone do meu celular voltou a funcionar?

Isso é um fenômeno que só pode ser sobrenatural que eu costumo chamar de Tecnociúme.

É isso, tchau

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Ovelha Na Cidade Grande

Hoje, voltando pra casa, passei por um bar humilde na rua de trás e sentados numa mesinha tinha uma família com seu mascote no chão, o que a princípio eu identifiquei como um cachorro. Porém era uma ovelha. Olhei pra trás para confirmar e sim ERA UMA OVELHA. Com coleira e tudo, como assim?

Reações:

K-2: 
"Mano... nunca mais vou reclamar quando disserem que ABC é interior."

Pato:
"Mano, tem foto disso?"

Fernando:
"AH MANO, SÉRIO? ZUOU NÉ?"

Dry-dry:
"Como assim uma ovelha? Desde quando as pessoas têm ovelhas de estimação? o.o"

Contriller: SHEEP NA F0)&^)0 CIDADE GRANDE, P0##4

Interessante notar como a maioria dos meus amigos começa a frase com "Mano" 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Escrita de Médico

Uma vez eu ouvi falar que os médicos têm letra feia de propósito, a idéia seria algo como ter um código secreto que só eles entendem.

Mas o que, eles já tem que saber palavras como ascórbico, paracetamol e levotiroxina e ainda acham que precisam complicar mais ainda?

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Frases do Mês

Parece que cada mês eu acabo repetindo uma mesma frase ou expressão muitas vezes, e isso meio que indica como está sendo/foi o meu mês. Ou não.

Pra esse ano, até agora, eu marquei o seguinte:

Janeiro: "Tava Lá."
Fevereiro: não lembro.
Março: não lembro.
Abril: "Cês nem tão ligado"
Maio: "Véi, nem tô ligado"
Junho: "Melhor ficar de boa"
Julho: "Olha cara, (completar com o que eu quero que o cara olhe)"
Agosto: "Obrigado. Mas não fui eu." (E a frase do mês passado também continua sendo frequente)

Vamos ver nos meses que restam...

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Café-com-leite

Qjn: Cara comprei café-com-leite quer um gole?
K-2: Valeu mano não tomo café
Qjn: Você que sabe
K-2: vai dá um gole aê


cinco minutos depois estavámos hiperativos rolando na grama

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Xamãs de Chá Mate


Xamãs de Chá Mate chamam os xiitas
Às profundezas escuras das macabras criptas
Ao longo do País das Maravilhas Malditas
Onde as Leis e as Regras vão sendo reescritas

O poder das fadas é o Éter Faérico
Que se desfaz diante ao Rugido Quimérico
Por sua vez cede ante o Besouro Bélico
Um belo alimento protéico.

Sujas estão as casas infladas
Cheia de restos de risoles e empadas
Cobrindo o chão, paredes e escadas
Oriundas ao tudo, provindas do nada

Salve-me! Salve-se! Socorram-se todos
Nossos lares são invadidos por lodos
Entram aos montes, entram aos rodos!
Um quase me pegou, por pouco não me
ferrei

O poder dos habitantes aqui reunidos
Soldados treinados, clérigos ungidos
Deverá por um fim ao tempo sofrido?
Espero que sim, já estou dolorido

A peleja épica acontece em sequência
Humanos contra os Lodos em longa batalha
Estes vestidos em armadura e mortalha
Aqueles gradualmente indo à falência

Por fim foi salva a cidade!
Após guerrear de verdade
O povoado espalha a novidade
E tomamos nosso mate com vontade.

Xamãs de Chá Mate conhecem os fatos
Vendo de suas tocas, escondidos como ratos
Ao longo do País onde através de tratos
Leis não são mais do que empecilhos chatos.


Amor e Ódio Capilar

Eu vivo uma relação de amor e ódio com meu cabelo:

Grande parte do tempo eu amo ele de paixão e outra grande parte do tempo eu odeio ele que dá vontade de arrancar.

Enquanto isso, ele não sente nada. Porque afinal ele é só um punhado de células mortas e ter sentimentos seria no mínimo antinatural. 

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Cortar as unhas

Aquele momento em que você acabou de cortar suas unhas bonitinho aí você percebe um pedaço que não condiz mas está com muita preguiça de voltar até o outro cômodo e pegar o cortador de unhas aí você pega uma tesoura de frango mesmo e arranca fora metade da unha então fica se lamentando "putz por que eu não fui pro outro cômodo e peguei o cortador de unha em vez de pegar a primeira tesoura que eu vi pela frente e arrancar metade da minha unha?"

Só que não eu cortei certinho o pedaço que tava me incomodando.

Vírgula é pros amarelões

Coletânea de sub-pensamentos nº 33


  1. Dia lindo pra mim é dublado (nublado... mas eu gosto de dublagens)
  2. Muita farinha e pouca levotiroxina (é o remédio que eu tomo)
  3. Random Rampage (já deve ser o quinto nome de banda que eu subpenso)
  4. Essa rotina tá me deixando verde
  5. Tudo cai! É como se no meu quarto a gravidade ficasse ligada o tempo todo
  6. Cada um protege o seu rabo
  7. Tudo sob controle, exceto as índias
  8. Eu tô meio ocupado, bebe meu café pra mim
  9. Verbo transitivo recessivo

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Chamada a Cobrar

Quando eu era criança (até uns 10 anos pra falar a verdade) eu realmente achava que você tinha que responder à voz de "Diga O Seu Nome E A Cidade De Onde Está Falando" da chamada à cobrar.

Minha resposta rotineira era "Meu nome é Marcelo e eu estou falando de São Caetano do Sul".

Aparentemente todo mundo ignorava que eu falava isso porque falavam "alô" depois, de modo que eu pensei que tinha falado a frase mágica pra uma telefonista ou algo assim.

Bom, aí teve um dia que eu liguei pra casa da minha avó e ela atendeu:

- Meu nome é Marcelo e eu estou falando de São Caetano do Sul
- E DAÍ?

FIM

quinta-feira, 31 de maio de 2012

10 Músicas que Marcaram

 ((Aviso: após a confecção do post, a maioria - se não todos - os vídeos linkados pararam de funcionam por motivos de direito autoral etc. Peço desculpas pelo transtorno, mas não vou me dar ao trampo de corrigir porque não é tecnicamente culpa minha que o post está quebrado.))

#10musicasquemarcaram

Após ver essa hashtag no Twitter (há uns quatro meses~) achei interessante e resolvi fazer minha lista aqui... (fiquei enrolando por preguiça de procurar links pras músicas etc)

Convido a fazer quem quiser, também :) ninguém


01. Blitzkrieg Bop - The Ramones
Foi essa música que me fez ficar interessado por Rock'n'Roll e é por isso que ela é a primeira na lista. Questions?

02. Dammit - Blink182
Essa música tem gostinho de "romance adolescente frustrado mas dane-se vamo zuá nessa merda" pois bem... xD

03. One More Time - Daft Punk
Todo mundo que teve acesso à antiga Fox Kids há de se lembrar dessa música. Daft Punk é um dos poucos grupos de eletrônica que eu pessoalmente gosto, e One More Time é sua obra-prima.

04. Lycanthrope - Plus44
Apesar de ser relativamente "nova", essa música entra nos meus top-10 porque, no meu conceito, conta a história de intriga entre a parte humana e a parte besta de um lobisomem, bem como pode ser simplesmente uma história de amor que não deu certo. Eu considero uma das canções-tema do Fear (conceito em Kaos City criado pelo K-2)

05. 12-51 - The Strokes
Música tema do melhor ano da minha vida, 2009. Sem mais.

06. Neoteny - AKFG
"um som que ecoa na alma"...

07. Kimi to Iu Hana - AKFG
A minha música favorita da minha banda favorita. Eu diria que conta a história da minha vida, mas na verdade conta só os episódios ruins. Se eu fosse aprender a tocar um instrumento seria pra tocar essa música.

08. Shounen Heart - Home Made Kazoku
Guess why?

09. I am The Walrus - The Beatles
A primeira vez que eu ouvi foi tipo "que tipo de música é essa?" agora é a minha favorita dos Beatles :) simplesmente genial.

10. My Hero - Foo Fighters
Uma das poucas músicas-novas dessa lista. Adorei logo de cara, vish.

Bonus Track. Haruka Kanata - AKFG
Não é uma das minhas favoritas, mas merece ser mencionada porque foi a primeira que eu ouvi da banda que viria a ser minha favorita... :)


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Passado ado ado


Eis que itiou pois certa vez de meu pê estar a govoretar com um drugui dele, um vek pouco mais starre que o velho, de estatura inferior à de Vosso Humilde Narrador porém com muita muita barba e por vezes soltava umas slovos muito glupis e desta vez foram as seguintes:


- Pois drugui, note que todas as veshkas horrorshow mesmo de minha jizna só itiaram no meu passado ado ado.


E pê meio que de igra com o vék retrucou que "Ora, glupi miserável que és, e quando poderia ter sido? De fato é claro que tudo que itiou na tua jizna, horrorshow ou não, foi no passado!"


E sairam então para dividir umas dva ou tri doses de ouro-de-fogo.



quarta-feira, 18 de abril de 2012

Vaporeon


Bom dia a vocês que têm mais história de Pokémon pra contar do que histórias da vida.



Certa vez em Pokémon Blue eu deixei meu Vaporeon do Daycare, porque tava muito chato treinar ele até ele aprender uma técnica de água.

...aí eu esqueci. LOL

Passei os quatro ginásios restantes... passei a Liga Pokémon pela primeira vez... capturei o Mewtwo... aí voltei no Daycare pra deixar outro Pokémon que estava chato de treinar (ele precisava evoluir)

O cara do Daycare: "SEU VAPOREON SUBIU 55 NÍVEIS!" eu "WHAT"

Peguei meu Vaporeon agora nível 75 com uma lista de movimentos BRISADA que incluia Armadura Ácida e Hidrobomba!

Emprestei ele pro meu colega que ainda estava passando a Liga. Ele passou a liga... pegou o Mewtwo...

...e começou um novo jogo.

Sem me devolver meu Vaporeon.

D':

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Acamapeamento

Uma semibrisa que eu tive no TUÍSTER

-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-

Vou montar um acampamento na minha cama.

Levar mantimentos, marshmallows, uma barraca, uma fogueira, um córrego, saco de dormir e vagalumes pra minha cama

Daora o feriado amanhã (06/04) vou folgar legal jogar uns DBZ e uns Sonic e uns Pokémon loco quem sabe até fazer algum desenho

A menos que eu conserte as internets, aí ja viu né

Putz vou ter que levar o notebook pro acampamento

Acampamento na cama logo é um acamapamento

Mapeamento do acampamento na cama logo é um acamapeamento

Mapeamento do refeitório do acampamento na cama logo é um acamapeamentório

Mapeamento da sacanagem do refeitório do acampamento na cama logo é um sacamapeamentório

Altos neologismos.

Daora os neologismos.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

The Tale of Hemersaffermeger

É uma versão em inglês d'O Conto de Hemersaffermeguer, aquela bobeira nonsense que eu escrevi mês passado e só agora ganhou nome. Não reparem que possa estar um pouco diferente, afinal é uma adaptação. E se achou mal-traduzida ou algo assim vá se ferrar porque o autor (Eu) foi quem aprovou (afinal foi ele/eu quem escreveu/vi)

-~-~-~-~-~-~-~-~

With a scale from the Gold Serpent’s tail
And a feather fallen from a Winged Beast’s flail
Burn the white Faerie Fire and wail
To see your future, this is the bail

With threads from the Lake of Gold
Brownie was new, brownie was old
Hot chocolate, chocolate is cold
And the hummingbird humminged and hold

Lost in the swamp grass grassical
Marguerite Magician Magic Magical
Two-eyed one-eyed, in a woodleg he’d still
Toothbrush of tusk and Crises of Evil

Come el taco como un verdadero muchacho
Come el tacón como un verdadero cabrón
Come el tacasso como se fuera el maximo
Come los nachos like eating nachos

Alone they are like you, like me
Alone are all the salami
Oranges lemons yummy yummy
Humminbird from hell

Fruits again as well
Banana, papaya, Genie of the Lamp
Flash flashing flashining in damp
Seasick Spell

Scarewheger, who called me?
Hemersaffermeger, teeheehee
Valient Speakers, all Strove!
All you need overall is love.


sábado, 17 de março de 2012

Coletânea de sub-pensamentos nº 32


  1. Não gosto de usar privadas desconhecidas
  2. Escolha bem os seus heróis
  3. Eu quero cheddar e uma planície
  4. Eu tenho mais óculos do que documentos (...fato)
  5. Eu só dou bons exemplos, pena que ninguém segue (nem tanto assim mas...)
  6. Aqui derretem explosões solares e meteoros flamejantes
  7. Quem foi de vocês que comeu o Carromovel Invisível?
  8. Teve a perna castrada
  9. Afinal, todo homem tem que ter as suas calças
  10. Menos mato e mais ração
  11. Não é justo se você tiver um dinossauro
  12. O que realmente importa não é o molho que você põe no lanche, mas sim o molho em seu coração


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

20 Mins

De acordo com meus cálculos, eu cheguei no escritório hoje vinte minutos antes do horário.
Quer dizer, antes do horário que eu saí de casa.

Como assim?

Bom, primeiro, o que ocorreu.

Hoje eu acordei meio que em cima da hora (pra variar...) mas eu precisava demorar um pouco no banho porque meu cabelão estava oleoso.

Pelos meus cálculos de horário, eu me atrasaria um pouco, uns dez minutos, se eu saísse do banho, me arrumasse correndo, e descesse pro escritório à pé. Quero dizer, eu iria sair de casa às 8:00, chegando no escritório às 8:40.

A minha primeira “estranhação” do dia foi quando, saindo do Box, vi a Cleo (nossa cadelinha) parada de frente pra porta do banheiro, sendo que eu não tinha visto ela entrar e a porta estava fechada (logicamente ela entrou antes de mim, mas eu resolvi chamar a sensação de “Momento Uruca”. Explicação no fim do post).

Eis que, ao sair do banho, volto pro meu quarto e verifico o horário no relógio do meu celular: 08:30.

Droga. Estou atrasado. “Era pra eu tá lá já!”

Sequei o cabelo correndo, me vesti e escovei os dentes. Mal cumprimentei minha madrinha Cilmara que estava de visita (veio junto da escola da minha irmã com a minha mãe) e saí pro ponto de ônibus (eu não gosto de pegar ônibus, mas quando eu estou atrasado, vale a pena).

Ao chegar no ponto de ônibus, resolvo ligar os fones de ouvido no meu celular (que eu não liguei em casa, na pressa) e olho de relance o relógio do telefone: 07:50.

...

Ahn?

“Então eu não estou atrasado? Estou mais adiantado que o normal?”

Continuei o programado, peguei o ônibus e cheguei no escritório às 08:20... vinte minutos “antes” de eu ter saído de casa.

Até agora eu tento me convencer de que eu devo ter lido o relógio errado da primeira vez, ou ele reajustou pro horário de verão de alguma forma (???) ou que eu olhei o calendário ou o despertador em vez disso.

Mas é simplesmente tudo muito estranho.

Claro que eu não relacionei tudo depois ao Momento Uruca. Que é isso.

-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-

Pra quem não conhece, "Uruca" é um personagem de Shounen Heart (um dos meus projetos originais), na verdade, um mascote: é o gato vira-lata do personagem Roks Hatten, e seu desenvolvimento é feito em parceria com o Capelo.
A peculiaridade do Uruca é que ele é um gato sem-noção, que inocentemente vai contra as leis da física e da lógica aparentemente sem motivo nenhum. (Um exemplo clássico é ele aparecer atrás de seu dono depois de ser engaiolado e trancado num quarto). Isso inicialmente é um alívio-cômico, mas poderá ter presenças importantes no decorrer da história.
O Momento Uruca, pra quem não sacou ainda, foi quando eu vi a Cleo de um lado da porta em que ela aparentemente não devia estar, e eu me senti abestalhado por um momento.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

O Conto de Hemersaffermeguer


Com a escama da cauda da Serpente Dourada

E a pena da asa da Besta Alada
Queime o branco Fogo das Fadas
Para ter então tua sina revelada

Como os fios do lago dourado
Brownie perdido brownie achado
Chocolate aberto chocolate enlatado
Choco Colibri colibriu tudo errado

Perdeu no palude mato matagal
Margarina mágica magia magal
Olho caolho e perna-de-pau
Cremes de dentes e crises do Mal

Come el taco como un verdadero muchacho
Come el tacón como un verdadero cabrón
Come el tacasso como se fuera el maximo
Come los nachos like eating nachos

Sozinhos estão sozinhos serão
Sozinhos são os salaminhos
Laranjas e limas e seus gominhos
Colibri filho da #ù┼α

De volta com as frutas
Banana mamão, sai pra lá Lampião
Lampejo lampeja lampendo a lâmpada
Maresias brutas

Scarewheguer, quem chamou?
Hemersaffermeguer, yô yô yô
Peitadores faladores
Só precisam de amor

WTF did I just write

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Baratas

Alguns fatos rápidos sobre baratas:

  1. Elas podem voar
  2. Elas são resistentes à radiação
  3. Elas podem morrer e ressuscitar dezenas de vezes
  4. Em ingles elas são conhecidas como cockroaches
  5. Elas ficam loiras e de cabelo espetado quando se irritam


Por essas e outras que eu as apelido carinhosamente de KAKAROTTAS.

É.

(Capelo colaborou)

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Guaraná

- Oi
- Olá, pois não
- Moça eu quero um guaraná pequeno pfv
- Fritas acompanham?
- ...

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Quando você de repente se dá conta de que...

  1. Guarda-chuva faz parte essencial do seu inventário e que há um espaço reservado pra ele na mochila/bolsa
  2. Prefere usar roupas impermeáveis ou de fácil secagem
  3. Traça seus trajetos por caminhos em que possam haver mais espaços cobertos
  4. Cria um esquema de revezamento de calçados
  5. Eventualmente anda com uma toalha (mingo dupal)
  6. Leva consigo meias de reserva
  7. Checa a previsão do tempo toda manhã
  8. Nunca mais fez chapinha
  9. Nunca mais "conversou sobre o tempo"

Meu amigo(a), CHUVA PASSOU A FAZER PARTE DA SUA ROTINA

E NÃO, ISSO NÃO É LEGAL


segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Coletânea de sub-pensamentos nº 31

Antes que eu volte a postar coisas de verdade pra variar. '-'

  1. Faça chuva ou faça sol... e fará chuva
  2. Espaço Família? Eu só queria um banheiro
  3. Frio, chuva, olhos castanhos (é, tem chovido bastante)
  4. Será que rato bota ovo?
  5. Essa esquina tem gosto de Fanta (laranja.)
  6. Vou começar a usar óculos escuros no braço (queimaduras de sol)
  7. Tô usando essa camiseta desde que eu me conheço por gente (três dias no caso)
  8. Só pode ter sido um ninja. Ou um gato
  9. Acabei de me apaixonar pelas costas dessa guria (ah, o amor)
  10. Melhor eu vestir uma camiseta e montar um deck
  11. Mangas ocultas
  12. Água é legaaaal porque é lííííííquido
  13. Pra sempre serei um Squirtle
  14. É NÓIS QUE VOA, KAKAROTTO