quarta-feira, 7 de abril de 2010

Dois Destinos

(Tá bom, eu ia escrever sobre sub-pensamentos. Mas me bateu uma inspiração repentina, então os sub-pensamentos que esperem mais um pouco)

Dois Destinos

Ele.

Um rapaz jovem.
Vinte e poucos anos.
Barba mal-feita.
Cabelos embaraçados, desalinhados.
A jaqueta de couro, surrada pelo uso.
As botas pesadas, companheiras fiéis, gastas pelos anos.
Olheiras até aqui de trabalhar de madrugada.
O inseparável vioão às costas.

Ela.
Uma moça bonita.
Não nos conta a idade.
A pele lisa, branca como se não pegasse sol a meses.
Os cabelos limpos, negros, longos.
Um sobretudo discreto, um cachecol de estimação.
As botas de salto, por sobre as calças.
Os óculos retangulares de aro grosso.
A bolsa contendo todo o universo à tiracolo.

Um caminho em comum.
Uma rua a atravessar.
Dois olhares cruzados.

Ele, os olhos cansados da falta de sono, inchados e fundos.
Ela, os olhos maquilados, por sobre os óculos.

Não se conhecem.
Nunca se viram.

Um pensamento.
Uma idéia.
Dois destinos.

O diálogo faz-se necessário?
Não. Talvez não.

Um sorriso.
Um sorriso basta.
Duas expressões.

Ele ensaiou um sorriso.
Saiu torto.
Ela não vai ver.
Não faz mal.

Ela pensou em sorrir.
Reparou a cara dele.
Ela riu.
Um riso espontâneo.

Ele viu. Ele sorri de volta.
Desconcertado.

Uma risada abafada.
Uma piscada com os cílios curvilíneos.

O semáforo abre.
Dois caminhos distintos.
Norte, sul.

Ele tenta desvendá-la com o olhar.
Ela tenta entendê-lo pelo olhar.
Eles se olham.

Apenas olham.

E passam um pelo outro...

Ele vai voltar para seu apartamento apertado.
Ela vai voltar para o seio de seus pais.
Eles vão voltar a tocar as suas vidas.

"Ele parecia interessante", pensa ela.
"Ela parecia muito legal", pensa ele.
Eles talvez não se encontrem mais.

Dois pensamentos, dois sorrisos, dois destinos.
Pares, pares, pares.
Poderiam ter sido um par.
Poderiam ter se conhecido.
Poderiam ter construído um só destino.

*Quejinho reescreveu a conclusão umas cinco vezes e ainda não está satisfeito com o resultado*

5 comentários:

homer disse...

NOOOOOSSAAAAA


MUUUITOOO FOOOODAAA!!!!!!

SIMPLESMENTE SENSACIONAL!!!!!

nossa.........



....

Bee :3 disse...

Que lindo Qejinho *--------------*
Amay *--------------------*

Biel disse...

Caracoles, queijo o_o

Os sub-pensamentos que esperem. Esse post ficou nota dez!

(y)

Bruno/K-2 disse...

Putaquepariu ficou perfeito omg a coisa mais linda que já li (ou quase) *_______* troféu jóinha prucê (y)

postcode: SWOBILA (sobe lá?)

Lu disse...

ainzi que bonitinho *--* ficou muito foda mesmo! bom que eu demorei um pouco pra ler e não vou esperar pelos sub-pensamentos OISJDIOAJDOI

ps: "A bolsa contendo todo o universo à tiracolo." genial, de boa (minha teacher disse que eu podia ir pra marte com a minha bolsa, to chegando lá D: aiosjdoiajd) *--*